Destaque

15/09/2017 - 15/09 - Dia do Cliente..

Saiba mais

Armazéns Gerais

A figura do armazém geral data do ano de 1903, quando era presidente da República o Sr. Rodrigues Alves, que sancionou o decreto legislativo DPL (DECRETO DO PODER LEGISLATIVO) 1.102 de 21/11/1903, que regulamentou os deveres e obrigações relativos a esta atividade.

Em sua essência, o Armazém Geral dá apoio as empresas que por falta de espaço em suas unidades industriais ou comerciais necessitam enviar suas mercadorias para guarda temporária em armazéns externos, sem pagamento de impostos e mediante a emissão simbólica de uma Nota de Simples Remessa. Quando esta mercadoria é vendida ou é solicitado seu retorno para o dono original, o armazém geral emite uma Nota de Devolução. Os armazéns gerais são fiscalizados em todos os estados brasileiros através de suas respectivas juntas comerciais.

Os armazéns geras existentes nas áreas portuárias, via de regra, são utilizados principalmente por clientes exportadores, que remetem suas mercadorias em sua totalidade ou em lotes para aguardar os navios que as levarão para o exterior depois de liberadas pela Alfândega local.